::clique no botão e nos indique::

domingo, 12 de fevereiro de 2017

Já pensou se a PM trabalhasse com a mesma celeridade que o poder judiciário?

Aí com a paralisação da PMES, o célere STF vai finalmente agilizar um processo que está aguardando decisão *(pasmem)* desde 2009!! Já pensou se a PM trabalhasse com a mesma celeridade que o poder judiciário?! Então tá, senhor Ministro, a PM não pode fazer greve porque o art. 142 proíbe? O art. 142 proíbe a greve das forças armadas, e PM é força auxiliar, e não faz parte das forças armadas!! E essa mesma Constituição também garante reajuste anual ao salário de todos os servidores públicos! Só vale interpretar a Constituição no que lhes convém? *Mas aí o serviço policial é
essencial!!* E qual serviço público não é essencial?! Transporte, saúde, educação?! Só a segurança pública é essencial?! Aliás, pro STF a única greve que não é ilegal é a do próprio poder judiciário! Nos raros anos em que juízes não conseguem reajustes nos seus enormes vencimentos, o poder judiciário entra em greve e aí nenhum ministro ousa decretar ilegalidade do movimento! A verdade é que sempre que uma categoria ameaça entrar em greve no Brasil em busca de melhorias nas condições de trabalho, o Judiciário já tem uma sentença decretando a ilegalidade do movimento pronta na gaveta, só esperando assinar e datar... Em Pernambuco chegou-se ao absurdo do poder judiciário querer proibir a polícia militar de se reunir pacificamente para cobrar melhores condições ao governo! E MP, OAB, imprensa e sociedade em geral silenciaram quanto a essa violação absurda dos direitos fundamentais presentes na CF/88. Onde estão os intérpretes da Constituição a essas horas? Se vocês reconhecem a enorme importância da segurança pública, porque ao invés de determinar que a polícia retome o serviço imediatamente, não determinam ao poder público que invista no mínimo de condições de trabalho pra uma instituição tão essencial que sequer tem o direito a greve?! *Mas aí a população não tem culpa dos problemas da polícia... E quem está saqueando as lojas, roubando carro e matando gente? É a PM?? Não. É a própria sociedade, a mesma que reclama da truculência da polícia no combate ao crime... Gente que fala que não precisa de polícia, que policial só faz "passear de viatura", agora pede que a polícia volte a "passear de viatura" pra poder sair às ruas... Uma sociedade que precisa de policiamento pra protegê-la dela mesma! *Mas o PM sabia o quanto ia ganhar antes de entrar na Polícia...* E qual trabalhador não sabe o quanto vai ganhar quando entra num emprego? Nesse caso, nenhum trabalhador pode fazer greve? O empregado tem que ganhar o mesmo salário do dia em que foi contratado até o dia que se aposentar? *Mas aí a greve da PM é crime, é proibida por lei!!* Besteira, fumar maconha também é crime, e o que não falta é intelectual e jurista fumando por aí... *Se o policial está insatisfeito com o seu salário, faça outro concurso e saia da PM!* Então a mesma regra é válida quando professores, médicos, bancários, carteiros, servidores do judiciário fazem greve? Ou isso também só se aplica a PM? *É só descer o cacete nas mulheres e prender os baderneiros...* E podemos fazer o mesmo quando o MST fechar a BR pedindo terra? Ou quando os estudantes ocuparem as escolas contra o "golpe" contra o governo?? *Então demitam todos os PMs grevistas e contratem outros!* Façam isso, não ofereçam nenhuma melhoria à categoria e em seis meses os novos policiais já estarão fazendo greve por melhorias... E no intervalo entre a demissão dos PMs "badeirneiros" e contratação dos novos, bota os sociólogos e antropólogos pra prender bandido na rua. Ou melhor, bota você que critica a greve, pra arriscar a vida por um salário baixo, e sem o direito de reclamar, senão vai preso!! *Fez o concurso da PM porque quis, agora aguentem sem reclamar...* Então faz o próximo concurso da PM, passa na prova escrita, no teste físico, na avaliação médica com exames bancados as suas custas, na investigação social, no curso de formação e vem fazer melhor. Mas lembra de não reclamar do salário, afinal, você faz melhor que os PMs!! Se a PM é tão essencial assim, valorize! Pra não sentir falta quando ela parar!!

fonte blog da renata

domingo, 12 de fevereiro de 2017 by papo de pm · 0

Rap: o Visitante - Super-heróis

Um viva bem alto á PM do Brasil
Um viva bem alto á PM do Brasil
Um viva bem alto á PM do Brasil
No coração vai coragem
Na mão direita o fuzil!
"rap em homenagem aos policiais militares de todo Brasil"

by papo de pm · 0

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

MG:liberdade condicional a 15 mil presos que estão em prisão provisória nas penitenciárias do estado

O governo de Minas Gerais quer aliviar o sistema carcerário ao dar liberdade condicional a 15 mil presos que estão em prisão provisória nas penitenciárias do estado. Eles utilizariam tornozeleiras eletrônicas. 


Atualmente há 69.765 presos no Estado, sendo cerca de 1.500 utilizando tornozeleiras. O deficit de vagas é de 28,8 mil vagas. 



Do total de presos no estado, 34 mil estão em prisão provisória. E esse número pode ser reduzido para 19 mil caso a proposta seja implementada. 

A ideia foi apresentada na tarde desta terça-feira (7), pelo presidente do Conselho de Criminologia e Política Criminal de Minas Gerais, Alexandre Victor de Carvalho, e pelo presidente do Conselho Penitenciário de Minas Gerais, Bruno César Gonçalves da Silva.

Eles não revelaram o valor do investimento, mas Alexandre Carvalho disse que o Tribunal de Justiça de Minas Gerais deve arcar com dois terços e o governo de Minas completará com um terço. 

A ideia é começar a ampliar o número de presos com tornozeleiras já a partir deste ano.


FONTE:JORNAL HOJE EM DIA

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017 by papo de pm · 0

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Whindersson Nunes critica Globo pela cobertura no ES

Whindersson Nunes quase 19 milhões de inscritos em seu canal no YouTube (Foto: Divulgação)

O youtuber Whindersson Nunes criticou o departamento jornalístico da TV Globo por não estar cobrindo corretamente o que acontece no Espírito Santo. O famoso usou o Twitter nesta segunda-feira, 6, para "puxar a orelha" da emissora.
"Ei Globo tu né a 'bixona' das reportagens, pois corre para as ruas das cidades do Espírito Santo. Se fosse NY cês já estavam lá", escreveu o humorista.
O piauiense já participou de vários programas da Globo, como "Altas Horas" e "Caldeirão do Huck". Com 21 anos, ele tem 8,2 milhões de seguidores no Instagram, 3,43 milhões no Twitter e quase 19 milhões de inscritos em seu canal no YouTube.
Confira o tweet

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017 by papo de pm · 0

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

SBT contrata repórter policial Herikson Martins



Stanley Gusman, apresentador do “Alterosa Alerta” exibido pela TV Alterosa/SBT MG segue investindo pesado em seu programa, que hoje é o principal jornalístico da emissora. Depois de estabelecer uma equipe de reportagem em Montes Claros, o programa passou a ter imagens aéreas coletadas por drones e links ao vivo de qualquer parte de Minas Gerais.
Mas as novidades não param, o repórter Herikson Martins, um influente jornalista policial de Minas, agora faz parte da equipe do programa, eles já trabalharam juntos no extinto “Brasil Urgente Minas” que fez bastante sucesso na capital dos mineiros. 
O “Alterosa Alerta” vai ao ar de segunda a sexta, às 7h da manhã e às 12h30

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017 by papo de pm · 0

Quanto você cobraria para ser policial?



Quem não é policial muitas vezes ignora quais são os reais motivos pelos quais os profissionais de segurança pública reivindicam atenção e reconhecimento. Neste texto, pretendemos mostrar um pouco das agruras por que passam os policiais, além de algumas de suas funções que parecem ser dignas de observação quando estamos falando de valorização profissional. Ao final, o leitor poderá responder à pergunta: “Quanto você cobraria para ser policial?”:

Passar noites sem dormir

A maioria das pessoas só vê a polícia quando ocasionalmente passa por uma viatura ou guarnição durante seu cotidiano diurno, ou na parte inicial da noite. Para quem não sabe, porém, a polícia trabalha ininterruptamente todos os dias, inclusive no momento em que os cidadãos “normais” se encontram no aconchego dos seus lares, aquecidos e descansados, dormindo para enfrentar a rotina do dia posterior. Às vezes, esta jornada noturna se estende, em virtude de ocorrências mais demoradas e problemáticas. Durante o serviço policial, dormir, e todos os benefícios que o ato traz ao corpo, são exceção.

Faltar a eventos familiares/afetivos

Natal? Revellion? Carnaval? Dia dos pais? Dia das mães? Aniversário? O policial não tem direito a qualquer destas comemorações, caso esteja escalado de serviço. Também não pode deixar de trabalhar, se for o caso, para ir à apresentação de teatro do filho na escola, tampouco para fazer uma viagem romântica com o(a) cônjuge. Na polícia, o ditado popular se faz valer: “primeiro a obrigação, depois a diversão”.

Correr risco de morte

Certamente este é o mais óbvio dos ônus de se tornar policial, mas também o mais preocupante: ser policial é trabalhar com a possibilidade de morte a qualquer momento do serviço. Não são poucos os casos de policiais mortos em confronto, ou mesmo em acidentes e incidentes possíveis no desenrolar da atividade: colisão de viaturas em perseguições, manuseio equivocado de arma de fogo etc.

Ser reconhecido fora de serviço

Um desdobramento do aspecto acima mencionado está presente também quando o policial não está mais em serviço. Caso seja reconhecido no momento de um assalto, por exemplo, dificilmente os suspeitos serão benevolentes com o policial, pelo receio da represália imediata e posterior. Assim, admitir-se policial em qualquer ambiente é quase se oferecer aos riscos inerentes a esta condição.

Salvar vidas de vítimas do crime

Cotidianamente a polícia põe fim a seqüestros, assaltos com reféns, tentativas de homicídio, roubos, furtos etc. Cotidianamente a polícia salva vidas, tal como o médico o faz, com uma diferença: expondo sua própria vida.

Ser generoso, polido e negociador

Embora a imagem que as polícias tenham entre a população brasileira seja a de uma instituição rústica, truculenta e abrupta, o fato é que a maioria dos policiais lidam com os problemas que se lhe apresentam no dia a dia de modo muito mais brando. Isto porque seria praticamente impossível resolver a gama de problemas nas ocorrências caso agisse sempre arbitrariamente. Sem o talento da mediação, o policial estará fadado ao fracasso.

TEXTO DO POST DO BLOG ABORDAGEMPOLICIAL

by papo de pm · 0

Ricardo Boechat critica a greve da Polícia Militar no Espírito Santo

Ricardo Boechat sobre a greve da Polícia Militar no Espírito Santo

by papo de pm · 0

Internautas debocham da cobertura da Globo sobre o caos no Espírito Santo

Internautas debocham da cobertura da Globo sobre o caos no Espírito Santo

by papo de pm · 0

• Todos os Direitos Reservados ao Blog Papo de PM - Aqui o papo é diferente • Ano III • 2011 Copyright © • Redesenhado por papodepm.com