Destaques

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

SP: cai nº de homicídios, mas tráfico aumenta

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) divulgou ontem 26/12/2011 segunda-feira um novo levantamento sobre a criminalidade no Estado de São Paulo. Segundo o relatório, o Estado apresentou uma queda 3,95% em relação aos primeiros 11 meses do ano passado. Até novembro, São Paulo registou 9,89 homicídios para cada 100 mil habitantes. O mesmo relatório também apresentou um aumento em ocorrências em tráfico de drogas, um dos delitos que estão recebendo atenção especial da Polícia Militar.
Para analisar os dados, o Terra conversou com o coronel Álvaro Camilo, comandante-geral da Polícia Militar de São Paulo. Para o coronel, a diminuição do número de homicídios tem a ver com o aumento das operações policiais na rua, incluindo a operação contra o uso de bebidas alcoólicas. Na capital paulista, por exemplo, houve uma redução de em 16,3% o número de homicídios dolosos nos primeiros 11 meses deste ano. Até novembro foram registradas 924 mil mortes intencionais, contra 1.104 no mesmo período do ano passado.
"O número de homicídio continua abaixo dos 10 para cada 100 mil habitantes. Houve uma intensificação com muitas ações da polícia nos últimos meses. Nós temos a operação de direção segura que foi intensificada e acabou influenciando na diminuição de outros delitos, pois nessa operação acabamos apreendendo drogas e pessoas alcoolizadas", disse o coronel, que aponta o uso da bebida alcoólica como um componente importante para a ocorrência de um homicídio. "Droga e álcool são os alvos da polícia. Hoje, o álcool até mais do que as drogas, pois muita gente tem morrido por causa do consumo de bebidas alcoólicas, como as pessoas que causam acidentes alcoolizadas e são indiciadas por homicídio culposo quando matam alguém", completou o coronel.
A SSP atribui a redução dos homicídios à intensificação do patrulhamento ostensivo, com retirada de armas ilegais das ruas, e à investigação de crimes. Desde 1999, as polícias de São Paulo recolheram 390 mil armas ilegais.
Latrocínio
Muito se tem falado sobre a diminuição do número de homicídios e aumento do número de latrocínios, que é o roubo seguido de morte. De acordo com o relatório, São Paulo conseguiu reduzir em 4,23% o número de latrocínios na capital. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, o crime tem recebido uma atenção especial. "Em março tivemos um pico no número de latrocínios, mas de lá para cá nós intensificamos o policiamento e a orientação ao cidadão, que não deve reagir jamais quando for abordado por um criminoso. A não reação já diminui o número de latrocínios por si só e esse é o alerta que fazemos à população", disse o coronel.
Tráfico de Drogas
O relatório apontou o aumento de ocorrências de tráfico de drogas. Os flagrantes de do delito registraram aumento de 18,17% nos primeiros 11 meses deste ano. Houve 6.100 casos, ou seja, 938 a mais do que no mesmo período de 2010, quando foram registrados 5.162 boletins de ocorrência de tráfico de drogas. Para comandante-geral da PM paulista, este dado é positivo. "Nós queremos que aumente cada vez mais (os flagrantes). Até novembro, mais de 40 toneladas de drogas foram apreendidas e isso influencia diretamente na diminuição de homicídios. Com menos drogas, temos menos homicídios", disse.
Roubos e crimes sexuais
Houve uma queda de 0,9% até novembro deste ano, com 916 casos a menos em relação a 2010. O número de roubos a cargas também diminuiu. Até novembro, houve 187 roubos de carga a menos do que nos 11 primeiros meses de 2010 - redução de 4,64%.
Já os furtos de veículo se mantiveram estáveis, com 23 casos a menos em comparação com igual período do ano passado.
Até novembro, os casos de estupro caíram 3,49%, com 81 ocorrências a menos do que nos primeiros 11 meses do ano passado. fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.