Destaques

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Dois policiais militares estão presos e um civil foragido

Eram seis os ocupantes do veículo. Dois ficaram feridos de raspão e passam bem. Outros dois nada sofreram. Um menino de 13 anos não teve a mesma sorte. Wesley Oliveira dos Santos estava no banco de trás e foi atingido por vários disparos. O corpo está sendo velado em Jampruca, município vizinho, onde mora a maior parte dos parentes do garoto. Segundo a mãe do menino, Maria Helena de Oliveira, ele não tinha problemas com ninguém do bairro.

O motorista do veículo em que Wesley estava era um adolescente de 17 anos. Ele levou um tiro na cabeça e segue internado em estado grave no Hospital Municipal de Governador Valadares. O jovem mora com a avó. A mãe está nos Estados Unidos. Irene de Oliveira espera que seja feita justiça pelo neto.

Segundo o boletim de ocorrência, os meninos voltavam de uma festa, no bairro Castanheiras, quando dois policiais militares e um civil, que estavam de folga, teriam atirado contra o veículo. O motivo ainda é investigado. Segundo testemunhas, não houve brigas na festa, nenhum problema.

Os dois policiais militares envolvidos foram presos e encaminhados para uma Unidade Prisional Militar de Belo Horizonte. O policial civil ainda está foragido.

Os três podem ser indiciados por homicídio duplamente qualificado e tentativa de homicídio. Segundo a Polícia Militar, um dos policiais já respondia a processo dentro da corporação.

O outro adolescente, Otávio Garcia de Oliveira, de 17 anos ainda permanece internado no Hospital Municipal de Governador Valadares. O estado de saúde dele é considerado gravíssimo. Segundo a Polícia Civil, a festa não tinha liberação para acontecer. E os policiais que estavam fora do plantão não tinham autorização para manusear as armas. A Polícia Civil reforçou que há um histórico de perseguição entre os policiais militares e uma das vítimas. O caso ainda vai ser 
verificado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.