Destaques

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Jornalista é demitido por divulgar a greve da pm na Bahia


O jornalista e radialista Valdeck Filho informou através de seu Facebook que foi demitido da TV Aratu/BA, emissora onde trabalhava como repórter policial do programa Na Mira, devido ao seu posicionamento em relação a greve da Polícia Militar no Estado.
"Quando cheguei para assumir o plantão às 20h o diretor da TV me esperava para me dar a carta de demissão", disse o jornalista. Ainda segundo Valdeck ele foi vítima da "tirania de um governo fascista" por mostrar as dificuldades dos policiais na Bahia.
No Facebook a movimentação contra o governo da B ahia é grande, principalmente depois desse episódio envolvendo um jornalista de um dos programas mais populares da TV local. No Twitter também já começa uma movimentação de campanha contra a censura.
A Greve
Na Bahia a greve da PM que começou na Terça-feira (31) envolta em muitos boatos e notícias desencontradas, se tornou uma realidade nos últimos dias que tem gerado muito medo e apreensão entre a população.
Os policiais que reivindicam a aprovação do plano de carreira, regulamentação da gratificação de atividade policial, nível 5, melhores salários e condições de trabalho, estão acampados na Assembleia Legislativa.
O número de homicídios com a greve aumentou em 4 vezes em Salvador, além dos assaltos e arrastões em diversos bairros da cidade. Cerca de 3 mil militares da Força Nacional e de unidades das Forças Armadas estão sendo enviados ao estado para tentar amenizar a situação.

Fonte: www.tviaudiencia.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.