Destaques

sábado, 31 de março de 2012

Polícia mineira prende Rubão que participou no assalto ao Banco Central

Rubão
A Polícia Civil mineira apresentou nesta sexta-feira (30) Rubens Ramalho de Araújo, de 43 anos, um dos assaltantes de bancos mais procurados do Brasil. Ele participou do maior assalto do país, ocorrido em Fortaleza (CE) em 2005, quando bandidos levaram R$ 164 milhões do Banco Central. O suspeito foi preso na última quarta-feira (28) em Palmas (TO), por agentes da 1ª Delegacia Especializada de Repressão a Organizações Criminosas (Deroc), em Belo Horizonte.

Rubão, como é popularmente conhecido, possuía 16 mandados de prisão em todo o país e mais três em Minas, onde teria participado de dois assaltos a carros forte, sendo um em Itabira e outro em Ipatinga, além de ter roubado um banco em Mesquita, no interior de Minas.

De acordo com a polícia, Rubão foi um dos homens que participou na armação ao assalto no Banco Central. Ele teria ficado com "apenas" R$ 5 milhões, pois se recusou a participar da execução do plano, alegando sofrer de claustrofobia e não poderia entrar no túnel que ligava a residência ao banco. Os comparsas levaram cerca de R$ 20 milhões, cada um.

A prisão do suspeito foi rápida, pois a polícia tinha receio que seus comparsas tentassem resgatá-lo. Tanto que, minutos depois de ser detido, ele já foi encaminhado ao aerporto e levado a Belo Horizonte.

As investigações apontaram que Rubão possui grande patrimônio como imóveis, veículos e até fazendas no Piauí e Tocantis, todas possivelmente fruto dos seus delitos. Em setembro de 2008, ele fugiu de uma penitenciária do Ceará acompanhado de 25 presos. Rubão está preso na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, na Região Metropolitana.

Polícia monta forte aparato para transportar Rubão. Confira o vídeo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.