Destaques

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

COMO SOBREVIVER COM DIGNIDADE A UMA DURA DA PM


O texto abaixo me foi enviado por um amigo, tenente da Polícia Militar de São Paulo (que não identificarei por motivos óbvios).São 17 dicas hilárias e realmente valiosas.
Leia com atenção e tente se lembrar delas quando você tomar uma "dura".

  1. A PM não sai por aí encostando playboy na parede por que gosta. Mas por que o serviço tem de ser feito. Então, quanto mais você enrolar, mais tempo vai demorar a abordagem.
  2. Para quem não quer levar os tradicionais chutinhos no tornozelo a receita é simples: basta abrir as pernas num ângulo mínimo de sessenta graus.
  3. Durante a revista vamos passar a mão nas suas partes íntimas sim. Neste momento contenha sua viadagem. Não somos boiolas como você e não estamos interessados na sua bunda e muito menos no seu pau.
  4. Estamos cagando e andando em saber quem é seu pai, mãe, padrinho, outra bosta de parente ou quem você conhece. PM não tem medo. Exceção feita as suas irmãs, primas, tias e namoradas. Se forem gostosas, nos apresenta que a gente traça.
  5. Para as mulheres: quando o cuzão do teu namorado for pra parede, não atrapalhe nem dê faniquito. Fique no local onde foi determinado e espere o fim da abordagem. E mantenha tua boca FECHADA.
  6. A merda do seu carro “tunado”, apesar da viadagem toda, não é único ou exclusivo. Existem muitos iguais a essa porcaria. E esses muitos outros são conduzidos por criminosos. Então quando for parado, não quer dizer que o policial está te perseguindo ou que está com inveja dessa merda. Ele te parou por que você pode ser um bandido, ou seu veículo é igual ao que foi usado num crime qualquer.
  7. Nós fiscalizamos o trânsito, sim. Mas nossa prioridade é o crime. Então, quando for parado por uma equipe da PM, não venha tirar documentos do bolso antes que o policial determine. Um movimento precipitado e você pode tomar um tiro nessa sua carinha de criado pela vovó com leite com nescau e biscoitos . É muito simples. Primeiro verificamos se você não está portando armas ou drogas, depois verifica-se quem você é e o seu veículo. Se estiver tudo ok, você pode ir pra casa, se não... Já sabe, né?
  8. Não venha com papo furado de que só bebeu um copinho de chopp. Não somos idiotas. Mesmo sem bafômetro, sabemos muito bem quem passou da conta ou não. Se passou da conta, vai pro distrito. Não adianta choramingar.
  9. Maconha ainda é droga ilícita, e usá-la ainda não está permitido, mesmo que seja uma pontinha de meio centímetro. Então não reclame!
  10. Sempre dizem: VAI PRENDER BANDIDO!. Então indique onde eles estão e nos acompanhe ao distrito, na condição de testemunha. Topa? Se não, cale a boca.
  11. Em vários locais já ocorreram crimes chamados seqüestro relâmpago, inclusive nesta cidade. Por isso, quando você estiver no carro com a porcaria da tua namorada e mais 4 amiguinhos boiolas juntos, nós abordamos por imaginar poder se tratar de um desses crimes. Portanto, coopere. Desça do carro com as mãos na cabeça e peça pros teus amiguinhos viados fazerem a mesma coisa.
  12. Deixe essa sua carteirinha vagabunda de OAB guardada na sua carteira ou em casa. Se eu quiser saber tua profissão eu vou perguntar e você apenas vai me responder. Advogado não é autoridade. Qualquer bundão consegue entrar fácil para uma faculdade de direito e virar "adêvogado". PM caga e anda e não tem medo. Muitos policiais hoje também são bacharéis, mestres e doutores. Por sinal os cursos de formação da PM chegam a botar muita faculdade de direito como a sua no bolso.
  13. O famoso “mão na cabeça” é uma ordem legal que tem auto-executoriedade, ou seja, nós podemos parar quem quer que seja segundo nosso poder discricionário e realizar uma busca pessoal, sem necessitar de mandado específico, o que você já deveria saber, já que se diz formado em direito.
  14. Veículo não é extensão de domicílio, exceto se você tiver um trailler legalizado e morar nele. Portanto não precisa de mandado e será primeiro revirado e depois fiscalizado e quem sabe autuado e apreendido.
  15. Mantenha-se calado durante a TODA abordagem! A sua opinião não nos interessa.
  16. Somos autoridade e exigimos respeito. Não nos chame de "seu guarda", "amizade" ou "companheiro". Trate-nos pela nossa patente seguido do nosso sobrenome que está afixado em nosso uniforme. Exemplo: Sargento Cardoso, Tenente Oliveira, Capitão Silva, etc... Se você não reconhecer a patente, chame-nos pelo nosso sobrenome precedido por "Senhor".
  17. Não temos inveja de sua condição social ou da porcaria do seu carro; Então seja educado e sempre agradeça-nos ao término da abordagem. Lembre-se: estamos trabalhando em prol da sua segurança.
Siga essas regrinhas simples e todos seremos felizes!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.