Destaques

domingo, 12 de agosto de 2012

Divulgada nova lista dos mais procurados de Minas Gerais

A Secretaria de Estado de Defesa Social divulgou nesta sexta-feira uma nova lista dos criminosos foragidos da Justiça mais procurados de Minas Gerais. O programa Procura-se foi lançado em 2011 e consiste na divulgação de fotos e outras informações sobre os alvos através de cartazes, sites, redes sociais e a imprensa. O objetivo é aumentar as denúncias feitas pela população de forma anônima através do telefone 181. 




De acordo com a Seds, a nova lista é a primeira com criminosos do interior do estado. Além de Belo Horizonte e da região metropolitana, foram escolhidos alvos das Regiões Integradas de Segurança Pública (Risps) de Juiz de Fora, na Zona da Mata, Montes Claros, no Norte de Minas, Governador Valadares, Região do Vale do Rio Doce, Ipatinga, no Vale do Aço, e Uberlândia, Triângulo Mineiro. Os cartazes serão espalhados por todo o estado em locais com grande circulação de pessoas. Além de incentivar as denúncias, a Defesa Social - que atua no projeto em parceria com as polícias Civil e Militar, e o Instituto Minas Pela Paz -, é tirar os criminosos de circulação com a exposição das imagens, evitando a prática de novos crimes. 

Dos 18 alvos divulgados pelo programa até o momento, 13 já foram presos. A lista completa se encontra oportal do programa. Um dos criminosos que permanece na lista é o traficante Roni Peixoto de Souza, de 41 anos, também conhecido como Gordo, Gordão ou Roni. Ele é apontado com o braço-direito de Fernandinho Beira-Mar em Minas. Ele é procurado por homicídio, posse e porte ilegal de arma de fogo, formação de quadrilha e tráfico de drogas. Roni é tido como líder do Comando Vermelho, facção criminosa do Rio de Janeiro com ramificações em Minas Gerais, de acordo com a Seds.

Na sua primeira fase, em outubro do ano passado, o Procura-se começou pela 1ª Região Integrada de Segurança Pública (1ª RISP) e, em dezembro se estendeu para a Região Metropolitana de Belo Horizonte, abrangendo também a 2ª e a 3ª RISPs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.