Destaques

sábado, 11 de agosto de 2012

Homem suspeito de saidinha de banco é executado com 14 tiros em BH


10 de agosto de 2012 - Um homem foi executado com 14 tiros em Belo Horizonte. Uma testemunha contou que ele tinha envolvimento em crimes conhecido como saidinha de banco.

Seis tiros acertaram a cabeça de Ronald Max de Moura que estava sentado na calçada. As balas atravessaram os portões das casas. A vítima ainda correu 30 metros antes de morrer.

Os policiais tiveram trabalho para encontrar as cápsulas, espalhadas pela rua. Mas a dificuldade mesmo é na investigação. Ninguém fala nada, ninguém viu nada. Prática comum chamada de Lei do Silêncio.

O homem de 27 anos tinha passagens pela polícia e, segundo uma testemunha, já se envolveu em crimes conhecidos como saidinha de banco. A mulher dele afirma que o marido cumpriu a pena e há alguns meses trabalhava como motorista.

Ela se desesperou ao lembrar da filha pequena, de apenas 5 anos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.