Destaques

terça-feira, 18 de setembro de 2012

A Polícia de SP nos campos da Itália


Um livro de Paulo Adriano L. L. Telhada (Ten-Cel Telhada)
Introdução
Este livro estuda o Pelotão de Polícia Militar da Força Expedicionária Brasileira, criado em 1943 quando da constituição da Primeira Divisão de Infantaria Expedicionária, durante a Segunda Guerra Mundial.
Originalmente o Pelotão de Polícia foi criado tendo base homens da Guarda Civil de São Paulo, sendo os Oficiais e Sargentos dos quadros de efetivo do Exército Brasileiro.
O presente trabalho objetiva explicar de uma maneira genérica o início da Segunda Guerra Mundial, o motivo do envolvimento do Brasil na guerra, a criação e envio da Primeira Divisão de Infantaria Expedicionária à Itália e um histórico da criação do pelotão da Polícia Militar, que originou a atual Polícia do Exército.
Para tanto, iniciaremos o estudo alguns anos antes da declaração oficial da guerra contra os países do “Eixo”.
Daremos uma visão da tendência política da época que, a princípio, não era só de neutralidade como de pendência para o lado do autoritarismo de Adolf Hitler.
Narraremos as dificuldades para a formação da FEB, a viagem de vários dias em mar perigoso, infestado de submarinos inimigos e o desenvolvimento das tropas na Itália.
Citaremos fatos relativos ao desenvolvimento do pelotão de polícia, desde a sua formação, desenvolvimento e posterior definição como tropa de elite do Exército Brasileiro.
Finalmente entrevistamos alguns sobreviventes e teremos as biografias de todos os componentes do Pelotão de Polícia.
Livro disponível para venda AQUI na Livraria Saraiva