Destaques

sexta-feira, 5 de outubro de 2012

Mais um PM de folga é morto a tiros em SP; nº chega a 75


Um cabo da Polícia Militar foi morto a tiros no início da noite desta quinta-feira em frente a uma oficina mecânica no bairro Parque Ipê, próximo à rodovia Raposo Tavares, na zona oeste de São Paulo.
O policial Renato Ferreira da Silva Santos estava de folga e à paisana na rua Inácio Cervantes quando foi abordado por homem que tentou roubar um carro. O suspeito mandou o policial entrar na oficina e rendeu outras duas pessoas que lá estavam.
Informações preliminares da PM indicam que o cabo teria tentado reagir ao assalto e foi baleado na região do tórax. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.
O suspeito fugiu junto com um comparsa. O cabo trabalhava na PM há 6 anos e atuava no 36º Batalhão da Polícia Militar. O caso foi encaminhado para o 75º DP (Jardim Arpoador).
Ao menos 75 policiais militares foram mortos neste ano no Estado. No mesmo período do ano passado, foram 38 PMs mortos, segundo a Secretaria de Estado da Segurança Pública.
OUTROS CASOS
Ontem (3) um soldado da Rocam (Ronda Ostensiva com apoio de Motocicletas), da PM, foi morto após ser atingido por cinco tiros em São Vicente (litoral de São Paulo). O policial, que estava de folga e à paisana, chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.
Outros dois policiais militares de folga foram assassinados a tiros na sexta-feira (28) na zona sul da cidade de São Paulo.
Para policiais, as ações são articuladas pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), com o objetivo de inibir a atuação da PM contra o crime organizado.