Destaques

quarta-feira, 29 de maio de 2013

PM proibirá uso de máscaras da morte em jogo do Atlético pela Libertadores

Apesar de toda a mobilização dos torcedores do Atlético e até do apoio do atacante Diego Tardelli via redes sociais, a Polícia Militar de Minas Gerais informou que será proibido o uso da máscara da morte no interior do estádio Independência, no duelo decisivo desta quinta-feira, às 22h, contra o Tijuana, que vale vaga nas semifinais da Copa Libertadores.

A ideia inicial era de que todos os atleticanos presentes na Arena do Horto usassem roupas pretas e a famosa máscara da morte do filme "Pânico", em alusão à expressão  "Caiu no Horto, tá morto", que a torcida atleticana se acostumou a cantar durante as partidas. Entretanto, conforme justificado pelo comandante do policiamento especializado da capital, coronel Antônio de Carvalho, a campanha poderia colocar em risco a segurança do torcedor, indo contra o estabelecido na Lei. Para o coronel, o uso da máscara poderia favorecer ações de pessoas de má índole.
A PM chegou a cogitar a possibilidade de fazer o cadastramento individual de cada torcedor que comparecesse à Arena Independência com a máscara para garantir a segurança do público presente, como já foi feito em outras ocasiões com instrumentos, bandeiras e até mesmo rádios. Após uma avaliação da situação, no entanto, a PM identificou que o procedimento ficaria inviável antes do confronto.
"A Polícia Militar teve uma tentativa inicial de cadastrar as máscaras, mas isso será impossível devido ao alto número de pessoas que irão ao estádio. Mas não podemos deixar as pessoas correrem o risco dessa mácula. Ela é uma máscara da morte, não remete alegria, estamos falando em um estádio, alegria e, querendo ou não, ela não favorece as nossas câmeras, de vermos quem está embaixo dela. Com isso, a prática de crimes e agressões passa a ser potencializada e sem podermos identificar o autor. Isso a gente pode ver até em filmes", explicou Antônio de Carvalho, que lembrou também da questão da comodidade do torcedor.
"Com essa quantidade que se tem de máscaras, com chuva - estamos trabalhando com a previsão -, fila, as pessoas vão acabar ficando retidas, o que não vai agradar os torcedores. Então, o que está definido é que no interior do estádio não poderá ser usada a máscara", completou.
Ainda segundo o coronel da PM, fora do estádio, o uso será liberado. Entretanto, Antônio de Carvalho alerta que as pessoas que estiverem com a máscara sofrerão mais buscas e abordagens do que o normal para que seja garantida a segurança de todos. "No caso de um ato praticado por uma pessoa que está com a máscara, todos os outros que estiverem fazendo uso dela também serão tratados como suspeitos".