Destaques

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Policiamento com búfalos é atração turística no Marajó

Turista registra momento do passeio em Soure: policial montado em um búfalo. (Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará )Turista registra momento do passeio em Soure: policial montado em um búfalo. (Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará )
Os búfalos utilizados por policiais, prática tradicional em municípios da Ilha do Marajó, no Pará, tornaram-se atrativos turísticos no mês das férias. O uso de búfalos nas ações da Polícia Militar começou há 21 anos. Dez animais foram treinados para ajudar os policiais no combate à criminalidade e para manter um aspecto da cultura da região, já que os búfalos são animais que chegaram há décadas no Marajó e se adaptaram às condições geográficas locais.
Segundo o cabo Cláudio Vitelli, um dos primeiros policiais a utilizar búfalos no policiamento emSoure , o treinamento com os animais foi iniciado em 1992, por iniciativa do comandante do 8° Batalhão de Polícia Militar.. “Ele viu crianças montadas em búfalos na ilha, e começou a procurar meios de utilizar isso no policiamento. No início eram apenas quatro búfalos. Depois começamos a treinar, desde pequenos, outros animais, e adquirimos equipamentos, como carroças, celas e cordas. Achávamos que seria difícil controlar os animais, mas depois percebemos que eles ajudam bastante o nosso trabalho”, conta o cabo Vitelli.
A raça de búfalo mais apropriada para o policiamento é a Carabal, que tem maior resistência e força na tração. “É um animal selvagem, que precisa de muito treinamento para trafegar no meio da população. Tem o chifre diferenciado, por ser maior e com pontas afiadas. É mais forte na tração, pois tem mais músculos que as outras raças”, informa o cabo Vitelli, ressaltando que em lugares alagados, por exemplo, os animais conseguem se locomover sem problemas, por isso são usados no policiamento nas zonas urbana e rural.
Esse policiamento diferenciado já virou notícia em vários países. “Muitos turistas chegam a Soure e, logo no hotel, perguntam onde encontrar os policiais montados em búfalos”, conta o cabo Vitelli. “No roteiro dos hotéis muitos turistas vêm atrás do policiamento montado a búfalo, que já foi divulgado em sites, televisões e até em filmes. Todos os turistas que vêm à ilha querem ver esse policiamento de perto”, informa.
A estudante Daiane Lopes, 21 anos, aproveitou as férias para visitar a região do Marajó. Ao saber que a polícia montada estava em frente ao Mercado Municipal de Soure, Daiane foi ao local para garantir uma foto ao lado do animal. “Acho interessante esse trabalho, porque, além de manter a segurança, mantém a cultura do Marajó. O búfalo é um símbolo daqui, e que atrai muitos turistas. É algo diferente, que só vemos aqui”, acrescenta.
Policias militares pelas ruas de Soure, na Ilha do Marajó. (Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará)Policias militares pelas ruas de Soure, na Ilha do Marajó. (Foto: Sidney Oliveira/Agência Pará)