Destaques

quinta-feira, 20 de março de 2014

MULHER POSTA QUE "POLÍCIA TEM QUE LEVAR TIRO MESMO" E É INDICIADA POR CRIMES


Mulher de Jundiaí  vai para delegacia após postar mensagem contra policiais em rede social (Foto: Reprodução/TV TEM)

Arrependida, comerciária diz que se revoltou após ter moto apreendida.

Um comentário em uma rede social fez com que uma mulher fosse parar na delegacia nesta quarta-feira (19), em Jundiaí (SP). De acordo com a polícia, ela fez comentários que incentiva a violência contra policiais. A situação começou quando a comerciária teve a moto apreendida em uma blitz no bairro da Ponte São João, por não ter carteira de habilitação para mostrar aos policiais. A mensagem virou investigação na Polícia Civil. Ela foi indiciada por quatro crimes (difamação, incitação ao crime, injúria e ameaça), além de registro por dirigir sem habilitação.

Em entrevista ao TEM Notícias, ela preferiu não se identificar, mas afirma que chegou irritada em casa e desabafou na internet. "Cheguei em casa, cansada do trabalho, e escrevi o que estava na minha cabeça", conta.

Em uma das frases publicadas, ela chegou a escrever que "a polícia tem que levar tiro". A postagem virou polêmica e centenas de pessoas comentaram, curtiram e compartilharam, mas algumas pessoas não concordaram.

Ainda segundo a mulher, ela recebeu ameaças e teve que excluir o perfil da internet. "Muitas pessoas começaram e me ameaçar de morte, que iam me bater. Resolvi excluir a página", afirma a comerciária que se diz arrependida.

Para o delegado Paulo Sérgio Martins, as pessoas precisam ter cuidado com a liberdade proporcionada pela internet. "As coisas não são assim, só escrever e pronto. Há uma punição para isso, as pessoas confundem liberdade de expressão. É preciso muito cuidado", orienta.

FONTE: G1

fonte  blogdocabojulio