Destaques

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Policiais arrecadam dinheiro para ajudar Maria UPP, que fará filme pornô

Rio - Desde a revelação de que PMs de Unidades de Polícia Pacificadora vinham recebendo constantemente a visita de uma mulher, que dava carinho à tropa durante a madrugada por puro amor à farda, a vida de Patricia Alves, a Maria UPP, mudou radicalmente. Com a repercussão do caso, divulgado em primeira mão pelo MEIA HORA, na edição de 13 de abril, ela suspendeu as rondas pelas bases instaladas em favelas e sofreu um baque financeiro: sua família parou de mandar o dinheiro com o qual a pernambucana se mantinha no Rio. Para evitar que a musa passe por problemas financeiros, os próprios policiais estão arrecadando dinheiro para ajudá-la, na campanha batizada de “UPP—Unidos Pela Patty”.


'Maria UPP' assinou contrato para estrelar um filme pornográfico
Foto:  Reprodução


























Mas os vídeos e fotos que fizeram a fama de Patricia entre os policiais e chegaram à Corregedoria da PM, que abriu sindicância para apurar se alguém fez sexo no local ou no horário de serviço, também chamaram a atenção da Brasileirinhas. A produtora de filmes pornôs convidou a Maria UPP para estrelar um de seus próximos lançamentos. E ela topou.
“Achei uma boa. O que eu fazia antes com os policiais era porque eu gostava, não por dinheiro. Agora estou aceitando pelo dinheiro. Vou receber pelo que gosto, não vejo problemas”, diz a Maria UPP, que calcula já ter feito sexo com mais de mil PMs e se deixava filmar e fotografar por eles.
Cleyton Neves, dono da Brasileirinhas, afirma que o contrato, inicialmente, será para apenas um filme, mas ele aposta no potencial da Maria UPP: “Vimos os vídeos e as fotos dela (espalhadas por PMs através do aplicativo de mensagens WhatsApp). Falamos: ‘Ela manda bem. É bonita’.”
Patricia se garante: “Como é a primeira vez, pode dar vergonha com aquele monte de câmeras, mas depois que se acostuma fica tudo bem. Eu sei o que faço.”
Maria UPP terá um novo nome artístico
O enredo do filme que a Brasileirinhas produzirá com a Maria UPP ainda não foi definido. Mas Patricia dá dicas do que gostaria de protagonizar. “Curto filmes de ação, filmes policiais. Seria muito legal se fosse um filme com tema policial, até que os atores fossem fantasiados de policiais. Gostei do Tropa de Elite, poderia ser algo assim”, sugere a musa, que adotará o nome artístico "Patty UPP" no filme.
Conhecida pelas paródias de filmes famosos, a Brasileirinhas já tem um nessa linha, mas Cleyton Neves não descarta roteiro policial: “Preciso falar como jurídico. Se não tiver problemas, fazemos do jeito que ela quer”.
FONTE O dIA