Destaques

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Aquilo que não se vê não se deseja

A revista "Melhor", de março/2000, destacou 6 páginas de entrevista comigo com o seguinte título: "Anatomia do Crime, Delegado dá dicas para reduzir as chances de ser mais uma vítima da violência".
Uma das perguntas formuladas foi à seguinte: "Quais os cuidados fundamentais quando se anda de carro?". A resposta que forneci deve ser seguida à risca pelos motoristas que desejam diminuir sensivelmente riscos de assalto no trânsito: "A segurança na rua começa dentro de casa. Quando o carro está na garagem ou no estacionamento de uma loja ou shopping. Devemos sempre fazer um check list das medidas de segurança:

1) Travar as portas, principalmente nos carros de 4 portas. É bom certificar-se se os demais passageiros não estão mexendo na trava.

2) Fechar totalmente os vidros. Isso não afugenta o marginal com arma de fogo, mas inibe o menor de idade com faca, estilete ou pedra.

3) Os pertences devem ser colocados no porta malas e não sob o banco do passageiro. Maletas, laptops, embrulhos devem ser transportados no porta malas, pois no trânsito pesado os infratores quebram os vidros com pedras para levar seus objetos. A única exceção é para as bolsas femininas, que devem ser transportadas (escondidas) embaixo do banco do motorista ou passageiro. Para tanto é prudente que a motorista utilize bolsa escura e de menor porte.

4) Instalar a película de controle solar, conhecida popularmente por insulfim, que é permitida pela legislação de trânsito.

Preste atenção na cena do crime:

"Uma mulher estava parada no transito, em razão das fortes chuvas. Por cerca de 30 minutos seu automóvel ficou inerte. Em dado momento a condutora leva um enorme susto. Um menor de idade quebra um dos vidros traseiros com um pedregulho e subtrai sua bolsa que estava no banco detrás. A vitima chora copiosamente pelo susto que levou e também por ter ficado sem todos seus documentos pessoais e a quantia de quinhentos reais que havia sacado no banco".

Na pesquisa que fiz com centenas de bandidos vislumbrei uma frase que eles sempre mencionam: "Aquilo que não se vê não se deseja".

É por esse motivo que indico como medida de segurança, levar todos seus pertences no porta malas. A única exceção volto a repetir, vai para as mulheres.

Tenho insistido em meus cursos, que bolsas femininas são desejadas por muitos criminosos. Vamos a um caso concreto:

"A dona de casa H.B.K. para seu carro próximo a uma padaria. Carregando sua enorme bolsa à tira colo ela tranca o veículo e vai as compras. Ao deixar a panificadora, ela leva em um dos braços sacolas contendo pães, leite e doces e no outro segura sua bolsa. Ao aproximar-se do veiculo ela coloca a bolsa encima do capô e começa a procurar as chaves. Apos alguns minutos ela encontra as chaves e com muita dificuldade abre o automóvel e ajeita sua bolsa e as compras no banco traseiro. Ao sentar no banco do motorista, com a chave de ignição ainda na mão é abordada por dois jovens com armas em punho que subtraem seu carro, que não tinha seguro, e pertences".

Tudo isso poderia ter sido evitado se ela tivesse ido à padaria carregando apenas as chaves do carro e uma carteira pequena. Após efetuar as compras, ela teria aberto o carro rapidamente e saído em poucos segundos sem se expor a perigo desnecessário.

A prevenção é a melhor "arma" que temos para nos proteger da criminalidade.