Destaques

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Dicas para identificar um mentiroso

Você deve conhecer o antigo jargão popular:
 “Mentira tem perna curta”. 
O problema é que muita gente escolhe a mentira como meio de vida. 
Para algumas pessoas, de tanto repetir a mesma mentira, passa a ser verdade. 
Imagine uma bola de neve...quanto mais rola maior fica seu tamanho. 
Outro fato curioso, é que para contar uma mentira grande é preciso criar dezenas de pequenas inverdades. É aí que o mentiroso começa a se confundir e sua máscara cair. 
O ato de mentir pode começar desde cedo, quando uma criança percebe que mentindo poderá obter algum tipo de vantagem ou evitar punição ou bronca. Conheço pessoas que dizem de boca cheia que filhos pequenos não mentem... Faltar com a verdade não é um ato fácil, pois a mentira tem que ser sustentada por muito tempo.
 A mentira mais usada pelo funcionário que deseja faltar no serviço é: “Estou doente”. Nesse caso, existe necessidade de dramatização, geralmente feita por telefone, onde o funcionário tentará demonstrar ao chefe que tão grave é o problema, que está acamado. Voz rouca, tosse contínua, tapar o bocal do telefone para alterar a voz, são algumas estratégias dos atores canastrões. 
Se o funcionário precisar justificar a falta indo a médico ou pleitear benefício no INSS, as artimanhas podem ser mais audaciosas, tais como ficar sem dormir e sem alimentação para aparentar estar debilitado ou até ingerir pinga com o estômago vazio, para, literalmente, passar mal. Mancar, enfaixar a perna e até colocar gesso no braço, podem ser componentes da dramatização. 
O amigo leitor já ouviu falar em “mentira corporal”? Quando alguém exprime inverdades, o corpo emite sinais.
 Se você aprender a observar, poderá, facilmente, detectar o ato falho. Fique atento a algumas atitudes inerentes aos mentirosos: 
1) Evitam olhar diretamente nos olhos 
2) Movimentos de braços e mãos diminuem. Mãos, braços e pernas tendem a ficar encolhidos e a pessoa a ocupar menos espaço 
3) Uma ou ambas as mãos são levadas ao rosto tocando boca ou nariz repetidamente 
4) O mentiroso reluta em ficar de frente a seu oponente, geralmente vira a cabeça ou posiciona o corpo para o lado oposto 
5) Dificilmente apontará o dedo para a pessoa que está tentando convencer 
6) Se a pessoa for destra e olhar para cima e para a direita, tem boa chance de estar mentindo 
7) A pessoa que está mentindo relaxa o corpo quando o assunto é mudado durante a conversa e não precisa mais enganar 
8) Gaguejar, transpirar e respirar com dificuldade, são características de quem está tenso por estar mentindo 
9) A oferta de muitos detalhes, de forma desnecessária, sobre determinado assunto, pode revelar o ato de mentir 
10) Alguns mentirosos chegam a ficar com o corpo ou mãos trêmulas. Amigo leitor, restou demonstrado que mentir é um ato dificílimo, dá muito trabalho, tensão e estresse. Portanto, viva a verdade!

Dr. Jorge Lordello