Destaques

domingo, 15 de junho de 2014

Fotos que os pais não devem publicar nas redes sociais

Internet não combina com ingenuidade. Quem quer compartilhar imagens na rede precisa entender que este é um ato permanente e cheio de riscos. Sequestro, pedofilia, bullying e roubo estão entre os riscos aos quais as famílias se expõem ao publicar imagens inadequadas na internet.

Vamos à lista:
1) Foto com registro de localização. Antes de baterem uma foto de seus pequenos, desativem o geolocalizador do celular ou da câmera fotográfica. Sabem aqueles trotes que simulam sequestros? Eles ficam muito mais assustadores se a pessoa que estiver ligando tiver informações precisas da vida de seus filhos.
2) Foto da criança nua e tomando banho. Infelizmente, há o risco de pedofilia. Há pessoas que compartilham em sites de conteúdo impróprio.
3) Foto da criança com uniforme da escola. Evite que estranhos identifiquem a rotina do seu filho. Essas informações podem ser usadas em planejamento de sequestro.
4) Foto da criança em alta qualidade. A partir do momento em que uma foto cai na rede, perde-se totalmente o controle sobre ela. Fotos em alta resolução podem ser editadas e usadas com mais facilidade.
5) Foto da criança com outros amiguinhos. Jamais publique a foto de outra criança sem a autorização dos pais. 
6) Foto da criança no ambiente de trabalho dos pais. Todos ficam vulneráveis. 
7) Fotos que vão fazer a criança sentir vergonha no futuro. 
8) Fotos da criança perto de objetos de valor. Ninguém precisa saber que seu filho ganhou um IPad de presente.
9) Fotos publicadas em álbum aberto para todos. Quem são os amigos dos seus amigos? Vocês os conhecem? Todo cuidado é pouco.
10) Pistas da casa da criança. Evitem fotos em que a fachada de sua casa, o nome da rua ou pontos de referências fiquem evidentes.
11) Fotos engraçadinhas. Muito cuidado para uma foto fofa do seu filho não se tornar o próximo meme ou gif da moda. Eles viralizam com muita facilidade.