Destaques

sexta-feira, 13 de junho de 2014

Médico, engenheiro e enfermeira estão entre os suspeitos de virar viatura da Polícia Civil

A enfermeira Kátia Santos Dias, 27 anos, o engenheiro de automação Leandro Rios de Faria, 28 anos, e o médico Bruno de Almeida Pedersoli, que não teve a idade informada, estão entre os 11 presos pela Polícia Militar por participação no protesto contra a Copa do Mundo, dessa quinta-feira, em Belo Horizonte. De acordo com a PM, os três participaram dos atos de vandalismo contra a sede do Detran, na Avenida João Pinheiro, Região Centro-Sul de Belo Horizonte,  e ajudaram a virar uma viatura da Polícia Civil.

Os três foram presos nas proximidades da Avenida João Pinheiro. Eles estavam em um veículo Celta, que também foi apreendido. Fontes da polícia informaram à reportagem da Itatiaia que o médico negou participação nos atos de vandalismo. Conforme a fonte, na conversa informal com os policiais, Bruno de Almeida admitiu participação no protesto e garantiu que apenas entregava panfletos. 

Entre os demais  detidos pela polícia, está uma menor, de  17 anos. Outros quatro suspeitos foram flagrados com soco inglês. Eles assinaram um termo e foram liberados. 
 
Até o fechamento da reportagem, o serviço de inteligência da polícia estava nas ruas em busca de imagens que pudessem ajudar na identificação de outros vândalos.

FONTE RADIO ITATIAIA

TAGS: VANDALISMO, BLACK BLOC,PM,BH,MANIFESTAÇÃO,COPA DO MUNDO