Destaques

segunda-feira, 2 de junho de 2014

“Menino Joel” – Documentário fala do povo pelo povo, através de um único ser humano

“Menino Joel” – Documentário fala do povo pelo povo, através de um único ser humano
Menino Joel é um filme documentário que retrata, a memória do frio assassinato de Joel da Conceição Castro, 10 anos, morto em 2010 pela arma de um policial.
O documentário “Menino Joel” é uma produção baiana do diretor italiano Max Gaggino. O documentário tem um olhar critico, mas é poético e se desenvolve através de depoimentos de familiares e amigos, traçando um perfil do menino Joel da Conceição Castro, que foi assassinado no Nordeste de Amaralina numa ação desastrosa de policiais militares.
Além do relato dos familiares e amigos o filme mostra também a visão de especialistas sobre o caso e a repercussão que a tragédia teve na imprensa. É inevitável a reflexão sobre a violência e o abuso de poder da policia e por isso é um documentário que fala do povo pelo povo, através de um único ser humano.
Os depoimentos fortes e chocantes do documentário são emocionantes e nos faz refletir sobre diversas questões presentes não só no cotidiano da metrópole Salvador, mas em todas as metrópoles, pois são mazelas comuns a todas. As palavras da mãe de Joel (Mirian da Conceição) que diz: “o ventre sente falta do filho que gerou”, e do pai (Joel Castro “Mestre Ninha”) que afirma: “Não me calo porque eles (os policiais) já mataram uma parte de mim” é comovente, revoltante e infelizmente é uma realidade vivida por milhões de brasileiros.
Mais é importante ressaltar  que o caso Joel só ganhou notoriedade porque ele foi garoto-propaganda do governo do estado de Salvador.