Destaques

segunda-feira, 2 de junho de 2014

PIMENTEL LIDERA COM FOLGA DISPUTA PELO GOVERNO DE MG

O pré-candidato ao governo de Minas pelo PT, o ex-ministro e ex-prefeito de Belo Horizonte Fernando Pimentel, lidera pesquisa DataTempo em todos os cenários e modalidades. O petista tem 30,6% das intenções de votos contra 19,4% de seu adversário mais próximo, o também ex-ministro e ex-prefeito da capital, Pimenta da Veiga (PSDB), na simulação mais provável do levantamento estimulado.
A inclusão de um candidato do PSB, seja ele o ambientalista Apolo Heringer ou o deputado federal Júlio Delgado, praticamente não altera os percentuais obtidos por Pimentel e Pimenta. No cenário com Delgado, Pimentel tem 30,8%, e Pimenta da Veiga continua com 19,4%. Substituindo o nome de Delgado pelo de Apolo, Pimentel registra 31%, e Pimenta, 19,5%.
Segundo a pesquisa, há um alto percentual de indecisos e de eleitores que não souberam responder, variando de 21,2% a 25,1%. A quantidade de votos brancos ficou na casa dos 3%, com variações de décimos.
Embora os números apontem para vitória de Pimentel já no primeiro turno, a CP-2 testou as intenções de votos para uma eventual segunda rodada de votação. Nesse caso, Fernando Pimentel somaria 37,8% das intenções de voto, contra 23,8% do também ex-prefeito da capital mineira e ex-ministro, Pimenta da Veiga (PSDB).
Chama a atenção o alto número de indecisos (17,6%) e dos que dizem que irão votar nulo (16,6%). Outros 3,4% pretendem votar branco.
Quando são apresentadas as chapas completas para os entrevistados, ou seja, com os nomes dos pré-candidatos a governador e vice, o PT também bate o PSDB. A chapa Fernando Pimentel e Antônio Andrade (PMDB), deputado federal e ex-ministro da presidente Dilma, registra 39,4%.
Já a dupla Pimenta da Veiga e Dinis Pinheiro (PP), deputado estadual e presidente da Assembleia, tem 22,8% das intenções de votos, segundo o levantamento. Nesse cenário, novamente, o índice dos que afirmam que não sabem em quem votar também é alto: 25,5% dos entrevistados. Dizem que não pretendem votar em nenhuma chapa outros 6,7%. Não responderam 5,6% dos entrevistados.
Demais candidatos
Na pesquisa de primeiro turno, a pré-candidata do PSTU, a professora Vanessa Portugal, tem garantida a terceira colocação. Ela registra no cenário mais provável 6,3% da preferência do eleitorado. Com a inclusão do nome de Apolo Heringer, ela cai para 6%. Substituindo Apolo por Delgado, Vanessa volta aos 6,3%. As variações são de décimos, bem menores do que a margem de erro da pesquisa que é de 1,98 ponto percentual para mais ou para menos.
A pesquisa ainda testou cenários em que Pimenta da Veiga é substituído pelos aliados Alberto Pinto Coelho (PP), governador do Estado, e Dinis Pinheiro (PP), presidente da Assembleia de Minas. Nessas hipóteses, as intenções de votos em Pimentel crescem, e Vanessa Portugal assume a segunda colocação, à frente de Dinis e de Alberto Pinto Coelho. Ela consegue, em seu melhor desempenho, 7,9% das intenções de votos.
O petista Fernando Pimentel chega a alcançar 36,6% das intenções de voto no cenário em que estão presentes Dinis Pinheiro, no lugar de Pimenta da Veiga, e Apolo Heringer. É o seu melhor desempenho.
O candidato do PSOL, Fidélis Alcântara, não ultrapassa 2% das intenções de voto em nenhum quadro.
Foram realizadas 2.062 entrevistas em 110 cidades de todas as regiões do Estado, entre os dias 23 e 27 de maio. O público ouvido é das mais diversas faixas de renda, escolaridade e idade.
Registro
Dados. A pesquisa, que foi contratada pela Sempre Editora e realizada pela CP2 – Consultoria, Pesquisa e Planejamento Ltda., tem registro na Justiça Eleitoral com protocolo 034ADB14E1E.