Destaques

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Tv japonesa aconselham os japoneses sobre a criminalidade no Brasil vejam:



Uma das maiores emissoras do Japão, a Fuji TV dedicou 20 minutos de sua programação para apresentar um guia de como evitar e se defender em caso de roubo no Brasil durante a Copa do Mundo. O noticiário fez diversos alertas, entre os quais sugere ao turista japonês que utilize duas carteiras, uma delas falsa, para que não dificulte em eventual abordagem de um meliante.
O apresentador e apresentadora do programa simularam uma ação de roubo. Fingindo ser um turista, o apresentador entrega uma carteira do bolso direito, que teria quantia baixa em dinheiro, preservando a carteira original, em outro bolso.
"Se a carteira estiver dentro da bolsa, entregue tudo", avisa o jornalista da TV Fuji.
Logo no começo da matéria é apresentado um vídeo mostrando pessoas atirando com uma metralhadora: "Será esse o cotidiano de um lugar conhecido como 'país do crime'?", indaga o jornalista japonês.
Em seguida, a TV entrevistou Kunio Ishihara, japonês que resideem São Paulo. Ishihara aconselha os japoneses a terem cuidado com ladrões menores de idade, pois eles costumam puxar o gatilho do revólver por qualquer motivo. Os roubos acontecem também dentro de casa e a qualquer hora do dia, enfatiza o entrevistado.
O embaixador do Japão no Brasil, Kunio Umeda, estima que cinco mil turistas japoneses estarão no país para conferir o Mundial.
Outras recomendações informadas são bastante conhecidas: não ficar muito tempo parado com o carro em sinal fechado; prestar atenção com possíveis abordagens de motociclistas, sobretudo se o condutor estiver acompanhado de garupa.
Durante o material de apresentação sobre os possíveis riscos a serem enfrentados no Brasil, foram mostrada imagens de roubos em motos.  
Uma delas é bastante conhecida e ocorreu em 2013. Um motociclista filmou quando foi roubado. Após ter sua moto subtraída, o rapaz filmou um PM à paisana atirar contra o autor do roubo, que caiu no chão.
Foram colhidos depoimentos de brasileiros narrando experiências em que tiveram celulares e outros pertences roubados.
Governo do Japão também alerta para riscos no Brasil
O governo japonês também produziu um guia em que cita o alto índice de violência no Brasil. A cartilha informa que os crimes no país estão bem acima em comparação aos parâmetros mundiais, frisando a existência de organizações criminosas alimentadas pelo tráfico de drogas.
Sede do primeiro jogo do Japão no Mundial, o estado de Pernambuco é descrito pelo governo do Japão como um local onde o número de assassinatos é 43 vezes maior em relação ao Japão. O time nipônico enfrenta a Costa do Marfim, em 14 de junho, na Arena Pernambuco.