Destaques

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Polícia Civil emite nota de desagravo contra procurador federal que agrediu policiais


A Delegacia Geral de Polícia Civil da Paraíba, com base no artigo 132, I, alínea ‘b’, da Lei Complementar 85/2008 (Lei Orgânica da PC/PB), desagrava publicamente todos os Policiais Civis, especificamente Delegados e Agentes de Investigação, desrespeitados e atingidos por palavras de baixo calão desferidas por Marcelo Raposo de França, procurador federal no estado do Rio Grande do Norte.

 O fato aconteceu no dia 30 de abril deste ano, em frente ao prédio da 10ª Delegacia Distrital, em Tambaú, Capital, depois que o Boletim de Ocorrência Eletrônico nº 24/2014 foi registrado contra Marcelo França por perturbação e embriaguez em um estabelecimento comercial da orla de João Pessoa. As agressões aos policiais civis foram registradas em vídeos amplamente divulgados nas redes sociais e, somente por meio dos quais, a equipe da delegacia tomou conhecimento das ofensas.

 A abertura de inquérito policial foi determinada por esta Delegacia Geral para a apuração da conduta do servidor público federal, que atingiu a honra de mais de 1.800 integrantes do Grupo de Polícia Civil (GPC). Ainda serão comunicadas formalmente a Corregedoria Geral da Advocacia da União e a Procuradoria da União para as providências cabíveis.

 A Polícia Civil do Estado tem amplos serviços prestados aos cidadãos paraibanos e só no ano de 2013 realizou 33 mil procedimentos policiais, entre instauração de inquéritos e termos circunstanciados de ocorrência, o que resultou na prisão de mais de 2 mil pessoas. Segundo pesquisa divulgada pelo Ministério da Justiça, a instituição também foi considerada a mais bem avaliada do país em satisfação no atendimento e terceira do Brasil em grau de confiabilidade.

 Por fim, a Delegacia Geral de Polícia Civil lamenta o ocorrido e reconhece que a atitude desse servidor público federal foi um comportamento isolado, que não representa o posicionamento da instituição a qual ele pertence.


VEJA O VÍDEO:
FONTE - PARAÍBA EM QAP