Destaques

terça-feira, 29 de julho de 2014

Tabela salarial nos próximos anos na Segurança Pública do RJ


Servidores ativos, aposentados e pensionistas da Segurança Pública no estado podem conferir remunerações que vão receber a partir de janeiro de 2015 até janeiro de 2019


Rio - Os servidores ativos, aposentados e pensionistas da Segurança Pública no estado podem conferir as novas remunerações que vão receber a partir de janeiro de 2015 até janeiro de 2019. Ao todo, 113.557 funcionários integram os grupos da Polícia Militar, dos Bombeiros, da Polícia Civil, delegados e inspetores de segurança e Administração Penitenciária.
O impacto no orçamento do próximo ano com os aumentos da Segurança Pública será de R$ 1,5 bilhão. O valor por categoria é de R$ 1,088 bilhão para a Polícia Militar, R$ 157 milhões para o Corpo de Bombeiros, R$ 234 milhões para a Polícia Civil, R$ 4 milhões para os delegados e R$ 21 milhões para os inspetores. Os cálculos foram elaborados com exclusividade para a coluna pela Secretaria Estadual de Planejamento. 

Ao comparar as remunerações atuais com as de 2019, o reajuste será de 17% para inspetores, 18% para delegados, de 45,16% para PMs e bombeiros e de 64% a 81% para policiais civis. No caso dos delegados, a remuneração é a soma dos valores do vencimento básico (VB), da representação e da Gratificação de Habilitação Profissional (GHP), que corresponde até 30% do VB.

Na Polícia Civil, o valor é o resultado do somatório do VB; do Adicional de Atividade Perigosa (AAP) de 230% sobre o vencimento; da Gratificação de Habilitação Profissional de 25% sobre o VB. E da Gratificação de Atividade Técnico Científica (100% sobre o VB). Nas tabelas da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros foram somados os valores do soldo, da Indenização de Habilitação Profissional (IHP), da Gratificação de Regime Especial de Trabalho Policial (Gret) e auxílio-moradia.