Destaques

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Homem admite ter tido relações íntimas com aproximadamente 100 cadáveres de mulheres em necrotério




Homem admite ter tido relações íntimas com cadáveres de mulheres



Kenneth Douglas admitiu ter relações íntimas com aproximadamente 100 cadáveres de mulheres, entre 1976 e 1992, quando trabalhou como funcionário de necrotério. 
As extensões de seus crimes vieram à tona depois que familiares das vítimas foram informadas de que poderiam processá-lo em um tribunal federal de apelações, na última sexta-feira.
Kenneth Douglas, de Hamilton, disse que ele havia abusado intimamente de três corpos, enquanto estava sob efeito de drogas e álcool em 1991 e 1992.
Mas ele também admitiu ter tido relações com até 100 mulheres mortas durante o período entre 1976 e 1992, enquanto trabalhava no turno da noite.
Kenneth Douglas admitiu ter tido relações íntimas com 100 cadáveres de mulheres durante
 período que trabalhou como atendente em necrotério.
Kenneth disse, em depoimento judicial, que atacava as mulheres mortas quando fazia alto uso de bebidas e drogas.
“Se eu não tivesse bebido nada quando fui para o trabalho, isso não aconteceria”, disse ele.
Sua esposa reclamou que ele cheirava como se tivesse tido relação íntima, quando o pegou no trabalho, e chegou a dizer às autoridades, mas nada foi feito na época.
Os crimes de Kenneth só vieram à tona quando o assassino de Gama, David Steffen, recorreu de sua condenação por estupro e assassinato, pedindo novos exames, que constaram os abusos do atendente.
Em 2008, Douglas admitiu sua culpa no caso Gama, e foi condenado a três anos de prisão.
Ele se declarou culpado de mais dois casos em 2012.
Fonte: NY Daily News