Destaques

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Mergulhador profissional de esgotos afirma amar seu trabalho

  • Além de amá-lo ele não o troca por nenhum outro no mundo

Brendan Walsh é um mergulhador de esgoto profissional que, acredite ou não, na verdade, ama o seu trabalho.

Ele passa boa parte de seus dias coberto por fezes, mas isso não parece incomodá-lo. Ele dirige uma empresa de mergulho comercial em Melbourne, e realiza esse trabalho há mais de 25 anos. "Minha empresa faz qualquer trabalho que envolve a umidade", declara orgulhoso. "Enquanto houver um fluido de algum tipo, vamos mergulhar nele".

Mas, afinal de contas, por que alguém precisaria mergulhar em um esgoto? Na verdade, há muitas razões. "Fazemos, principalmente, a manutenção geral nas fazendas de esgoto, mas também poderíamos estar mergulhando para realizar a reconstrução de bombas ou limpando os bloqueios”, explicou Brendan. 

"Nós encontramos dentaduras, produtos de higiene, principalmente do sexo feminino e tantas outras porcarias. Quando voltamos à superfície, muitas vezes temos preservativos pendurados no corpo. As pessoas também não mastigam muito bem o milho", brincou Brendan. Fazendas de esgoto da Austrália precisam de mergulhadores porque eles usam bactérias para quebrar resíduos, e não produtos químicos.


"Definitivamente não é um trabalho para os fracos de coração", Brendan admitiu. "O líquido é mais espesso do que a água do mergulho normal e você não consegue ver nada”. Apesar disso, ele diz que trabalhar com esgoto é como trabalhar com ‘ouro marrom’. 

"Eu amo meu trabalho e sempre amei. Eu sou um mergulhador apaixonado e eu sou um mecânico. Você não pode fazer um trabalho que não ama", disse ele.

Caso você esteja se perguntando, Brendan e seus funcionários não sentem cheiro algum quando estão nos esgotos desagradáveis, graças aos trajes totalmente encapsulados que eles usam para bloquear o cheiro. "Você não consegue sentir cheiro algum, todo o ar é engarrafado. Se você sentir algo estranho, é sinal de um problema”, disse.

"Para um mergulho de esgoto, temos as roupas de borracha contra contaminação completas, que custam cerca de US $ 7.500 (cerca de R$ 17.000) e duram cerca de 150 a 300 mergulhos. 

Os capacetes que usamos pesam cerca de 11 kg, por isso, só para caminhar antes de entrar na água, é um grande esforço, se ele cair em cima de você, pode causar grandes danos. É mergulho com total encapsulamento, o que significa que você permanece totalmente seco dentro do traje”, explicou.

"É apenas escuridão total, você não consegue ver nada. Pode ser muito claustrofóbico e é preciso um planejamento cuidadoso antes de ir adiante. O que os olhos não veem, o coração não sente", contou Brendan, que também diz que o trabalho ruim fica para quem tem que lavar as roupas dos mergulhadores, depois do processo.

Brendan adora falar sobre seu trabalho e o quanto o ama. "Você tem que ser muito bom mecânico para descobrir o que está errado e como corrigi-lo, e você também tem que ser capaz de transmitir seus pensamentos de forma clara para a equipe de apoio na superfície poder pensar sobre o mesmo problema. Temos a comunicação plena nos trajes, para que os mergulhadores possam falar através do trabalho. Podemos estar sob vários metros de esgoto por até quatro horas”, disse.

Por mais seguro que o trabalho pareça, também há perigos envolvidos no mergulho de esgoto. Brendan diz que a pior coisa que pode acontecer, é um mergulhador rasgar sua roupa e o traje ser inundado. 

"Eu sou muito cuidadoso, por isso nunca me aconteceu", disse ele. "Ocasionalmente, você pode furar a luva, mas isso realmente não faz nenhuma diferença com um pedaço de papel higiênico rasgando-se enquanto você se limpa no banheiro. Mesmo assim é um problema. Você tem que abortar o mergulho e limpar e desinfetar as mãos do mergulhador. É uma preocupação muito grande com a saúde. Meus mergulhadores têm todas as vacinas disponíveis que podem obter. Cada mergulhador tem toda inoculação listada, porque existem inúmeras doenças que flutuam nas águas de esgoto", contou.

Brendan também explicou que os mergulhadores precisam limitar seus fluidos antes de um mergulho, porque "uma vez que você começar, você não pode ir ao banheiro". Ele dirige um curso de formação de mergulhadores de esgoto e treina os alunos muito antes deles realizarem o trabalho real. "Nós fazemos um teste em uma piscina, vestimos os alunos com todo o equipamento e verificamos se eles estão felizes, porque cobramos muito dinheiro por este trabalho e precisamos saber se os caras podem lidar com isso”, disse.

Tudo dito e feito, ganha-se muito bem com esse trabalho e Brendan não se queixa. "Eu não sei se eu diria que é um trabalho glamoroso, mas parece muito bom ter no livro de registro de um mergulhador, que ele fez a mergulho de encapsulamento em contaminação total", concluiu o realizado profissional.

Ele pode dizer o que for, mas para mim é repugnante só de imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.