Destaques

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

O dia que polícia islandesa mata homem pela primeira vez na História do país

Já imaginou que incrível seria se existisse um lugar no mundo onde a polícia não precisasse matar para demonstrar serviço? Esse lugar existe, ou melhor, existia. Pela primeira vez na História da Islândia, um homem foi morto por policiais.
Em declaração publicada no UOL, o diretor da polícia, Haraldur Johannessen, explicou que o ocorrido é um caso sem precedentes. Os policiais foram obrigados a atirar em um homem de aproximadamente 60 anos e visivelmente desiquilibrado.
O homem teria começado a atirar com um rifle para várias direções, sem motivo aparente, às três horas da madrugada de hoje. Os policiais ainda evacuaram o prédio e tentaram conversar com o homem – nem mesmo granadas de gás foram suficientes para fazer com que ele parasse de atirar.
Somente três horas depois uma equipe conseguiu entrar no apartamento do homem que disparava os tiros, mas os policiais foram atacados e acabaram reagindo, com um disparo contra o cidadão. Algumas investigações já são feitas na tentativa de descobrir se o homem estava sob influência de algum tipo de droga.
A polícia pediu desculpas à família e a todos os 322 mil habitantes do país, que é conhecido por ter uma das menores taxas de criminalidade em todo o mundo.
FONTE(S)