Destaques

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Cidade canadense amanhece com figura de Satã com pênis ereto[ATENÇÃO, contém imagens que podem ser ofensivas para algumas pessoas, além de um grande número de frases de duplo sentido.]

Canadá é mundialmente conhecido por seu ambiente pacato e seus cidadãos que esbanjam educação, mas, desta vez, o aparecimento surpresa de uma escultura balançou a cidade de Vancouver. Os moradores do bairro de Grandview-Woodlands se levantaram pela manhã da última terça-feira (9) com uma nova obra de arte enfeitando a praça da região: uma estátua de Satã demonstrando um alto grau de excitação.
Com o tamanho de um ser humano médio, a estátua revela um Diabo de pele vermelha, olhos amarelos, grandes chifres e longa cauda. O Tinhoso apresenta ainda uma expressão tranquila, faz o famoso “chifrinho” com uma das mãos e, estando completamente nu, exibe casualmente um pênis de proporções diabólicas.

Mais do que provocante

O item foi erguido em uma plataforma que, anos atrás, sustentava uma estátua comemorativa de Cristóvão Colombo, transferida para outro local em 2004. Situada ao lado de uma rodovia e da linha de trem, a nova imagem mexeu com a população, atraindo um número crescente de jovens e casais que se revezavam para tirar fotografias ao lado do Coisa-Ruim.
A parcela mais velha e conservadora entre os moradores ficou chocada e cobrou uma atitude mais dura da prefeitura, que acabou removendo a obra horas depois. “A estátua não foi uma obra de arte encomendada pela prefeitura, sendo assim, teve que ser removida”, disse a porta-voz da prefeitura, Sara Couper.
Estátua continua polêmica até o fim.
Ainda não se sabe quem é o autor da arte polêmica, mas há um abaixo-assinado online feito por moradores da região que demandam o retorno imediato da representação vistosa do Príncipe das Trevas, alegando que sua remoção “fere a liberdade de expressão, restringe a sexualidade e estigmatiza crenças religiosas”. Agora é aguardar se isso será suficiente para amolecer Gregor Robertson, prefeito de Vancouver, e mudar sua decisão sobre o caso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.