Destaques

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Detento é decapitado durante rebelião em presídio do Amazonas

Ao menos dois detentos foram mortos por presidiários em rebelião na Unidade Prisional de Parintins, a 369 km de Manaus, no início da tarde desta segunda-feira (1º). Um dos presos teve a cabeça arrancada e arremessada na rua.

Segundo a Polícia Militar, o motim começou por volta de 14h, e as negociações com os detentos tiveram início algumas horas depois.Trinta homens da PM e cinco agentes penitenciários serão enviados de Manaus até a cidade, de avião, para reforçar a segurança no local.
Não há informações sobre quantas pessoas são mantidas reféns nem a respeito da motivação dos detentos. A polícia diz que ainda não entrou no local. Há sinais de incêndio, e objetos, como mesas e cadeiras, foram arremessados pelos presos por cima do muro. A PM informou que o local tem capacidade para 36 detentos, mas abriga atualmente 146 pessoas. Alguns dos detentos foram retirados do local no início da rebelião.
A reportagem tentou contato com a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, mas não obteve retorno. No complexo penitenciário de Pedrinhas, no Maranhão, onde motins têm sido constantes, 14 presos foram mortos somente este ano. Em 2013, presos foram decapitados no local.
No Paraná, uma rebelião que começou há oito dias deixou cinco mortos e 25 feridos em 45 horas, na Penitenciária Estadual de Cascavel. No primeiro dia, dois dos mortos foram decapitados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.