Destaques

domingo, 14 de setembro de 2014

Esta no Whatsaap



"É engraçado e até estúpida a demagogia de certas pessoas.
Nesse ano (não sei ao certo) mas, pelo menos, 30 Policiais foram mortos no Brasil.
Minas Gerais não ficou fora desta estatística; foram vários.
Em nenhuma ocasião destes (aproximadamente) 30 assassinatos de policiais, se viu manifestação de repúdio ou condolências à ninguém por parte dos "chefões".
Isso não ocorreu, porque todos eram meros "praças" ou "investigadores".
Hoje, porque a vítima foi um oficial, se vê a mobilização do "Estado Maior" da PMMG sobre o assunto, ainda que não ocorreu em Minas Gerais.
Na INTRANET PM, foi lançada uma tarja preta com um símbolo de sinal de luto e uma cópia da mensagem enviada ao comandante de outro Estado (PMERJ), na qual declara os pêsames e à revolta a fim de que as autoridades tomem providências acerca de assassinatos de Policiais.
Agora eu pergunto: será se foi porque, dessa vez, um OFICIAL foi assassinado?
Porque quando praças e investigadores morrem não se vê ninguém pronunciar em nada?
É preciso mudar muita coisa na instituição, inclusive, essa idéia de que oficial é melhor do que praça.
Sob o posto ou graduação, existem pais de família, filhos, irmãos, netos que merecem e devem ser tratados com igualdade em qualquer lugar.
Oficial não é e nunca será melhor do que praça. E vice versa.
Enquanto a mentalidade arcaica dos "chefões" não mudarem, será apenas mais um policial que morre por negligência das autoridades e de certos integrantes da nossa própria instituição que poderiam reivindicar melhorias mas viram as costas pra seus próprios companheiros.

Fica o alerta para todos os nossos irmãos policiais: Façam o que tem de ser feito mas volte vivo para casa, sua família precisa de você!"

Autor desconhecido
FONTE BLOG DA RENATA 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.