Destaques

sábado, 4 de outubro de 2014

Otto Alencar diz em vídeo que não quer votos dos professores nem da polícia

Vídeo com o candidato a senador da coligação do PT da Bahia, Otto Alencar, dizendo que não precisa de votos dos professores nem da polícia.
“Não preciso do voto de policial militar, de ninguém. Do professor, nenhum deles”, declara. “Eu sou julgado pelo povo. Sem bater na porta de ninguém para pedir voto (…) Estou aqui como cidadão, como homem, como uma pessoa que quer ver e sai daqui preocupadíssimo com a situação que vocês me colocam”, justifica. O vídeo editado induz o eleitor a acreditar que o Otto desdenha das duas categorias.
Outro lado
Após tomar conhecimento da gravação, Otto Alencar “soltou os cachorros” no Facebook e atribuiu o vídeo à oposição. “O desespero bateu na turma de lá e o jogo sujo ultrapassou todos os limites. Quero repudiar com veemência essa atitude eleitoreira. Mais uma vez, estão distribuindo no WhatsApp um vídeo em que uma fala minha aparece completamente fora de contexto. É mais uma tentativa de ludibriar e confundir o eleitor”, escreveu o candidato.
“As imagens são de uma reunião, na qual tomei a iniciativa de tentar evitar a greve e falei que faria qualquer sacrifício para que não houvesse a paralisação, não por demagogia em busca de votos, mas porque a segurança da população estava acima dos meus interesses pessoais e em toda minha vida priorizei o interesse coletivo. Sempre tive muito respeito pelos professores e policiais”, completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.