Destaques

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Presidente dos Correios rechaça acusações de Aécio Neves

O presidente dos Correios, Wagner Pinheiro de Oliveira, rechaçou ontem as acusações de que a estatal tenha cometido crime eleitoral ao distribuir material de campanha da presidente Dilma Roussefff, candidata à reeleição pelo PT. Oliveira afirmou que a empresa, há 20 anos, distribui material de campanha de qualquer candidato ou partido pela modalidade de mala direta. Durante entrevista coletiva, ele também rebateu as acusações feitas pelo candidato do PSDB, Aécio Neves, de que correspondências e material de campanha do partido não foram distribuídos em Minas Gerais, conforme contrato fechado com a estatal.
 “É uma entrevista coletiva convocada para elucidar um produto concorrencial dos Correios, previsto em legislação. É em defesa da imagem da instituição que está sendo atacada por algumas pessoas durante o período eleitoral”,
 disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.