Destaques

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Professor mineiro escreve carta falando sobre o Governo de Aécio Neves


Meu nome é Henrique Torres e sou professor de Geografia na rede estadual de Minas Gerais há 16 anos. Nesta carta eu explico porque nós, professores mineiros, não votamos no senhor Aécio Neves.

1- O senhor prometeu e não pagou o piso salarial para os professores, estabelecido por lei. Enquanto em 2010 o piso era de R$ 1.024,67 haviam professores com licenciatura plena ganhando apenas R$ 550,00 pela jornada de 40 horas semanais (oito horas por dia).

2- Em 2007 o senhor efetivou 98 mil servidores públicos não concursados quando foi governador, uma prática ilegal. Graças a isso 1/3 dos professores mineiros não eram concursados e tiveram que ser demitidos em 2014 após determinação do STF. Faltam 1,5 milhão de vagas nas escolas públicas de Minas Gerais e graças ao senhor, Aécio Neves, temos a cada dia menos professores trabalhando.

3- Graças a essa efetivação ilegal milhares de professores concursados não puderam ser nomeados entre 2007 e 2014 pois suas vagas já estavam ocupadas de maneira ilegítima por professores que já ganhavam um salário abaixo do piso nacional.

4- Durante seu governo CINCO PROFESSORES concursados se demitiam por dia na rede estadual de Minas Gerais. Além do salário mais baixo do Brasil nós enfrentamos o despreparo da polícia para com nossas greves e o silêncio do governo que se recusava a negociar condições melhores.

5- Por último, senhor Aécio Neves, sua desculpa de que "a educação no país inteiro é um caos" não cola para nós. Minas Gerais é o terceiro estado mais rico do Brasil mas paga até hoje (uma herança maldita de seu governo) o pior salário para professores da rede estadual no país. No estado mais pobre do país, Roraima, o salário pago é quase duas vezes maior.

Essas são apenas cinco das centenas de razões que eu poderia enumerar pelas quais os professores de Minas Gerais não votam no senhor. Apesar de o Estado receber verbas cada vez maiores para a educação, a mesma não chegava até as escolas. Falta giz, apagador, material de limpeza e até papel higiênico nós já tivemos que comprar com dinheiro do bolso.

Se em oito anos o senhor ignorou a educação e a situação dos professores no seu próprio estado, eu tenho muito medo de ver o que faria caso fosse presidente do Brasil.

http://www.otempo.com.br/cidades/cinco-professores-se-demitem-por-dia-das-escolas-estaduais-1.717680

http://www.viomundo.com.br/denuncias/o-desabafo-do-professor-com-a-crise-da-educacao-em-mg.html
http://www.robertomoraes.com.br/2013/04/desabafo-e-distencia-de-professor-da.html
http://amp-mg.jusbrasil.com.br/noticias/2926973/minas-e-o-estado-que-paga-salario-mais-baixo-para-professor-diz-jornal
LEIA TAMBÉM:

Jornalista faz lista com 27 motivos para não votar em Aécio Neves

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.