Destaques

quarta-feira, 4 de março de 2015

'Cortei a própria carne', diz policial ao prender cunhado por roubo no Ceará

'Cortei a própria carne', diz policial ao prender cunhado por roubo no Ceará
Policial civil algemou e levou o cunhado na própria moto à delegacia.
Segundo inspetor, jovem já havia cometido outros assaltos em Fortaleza.

Um policial civil de Fortaleza prendeu o cunhado, suspeito de realizar assaltos, na tarde desta quinta-feira (29). O inspetor da Polícia Civil Marcos Augusto levou o cunhado algemado em uma motocicleta. "Cortei a própria carne, uma vez que ele é irmão da minha mulher, ou seja, meu cunhado. Ele vai pagar como tem que ser. Também vai se tratar porque é dependente químico", diz o inspetor.
Segundo a delegada do 16º Distrito Policial, Marília Ferreira, o homem preso foi identificado com o suspeito de roubo de celulares e dinheiro em um salão de beleza no Bairro Dias Macêdo. "A dona do estabelecimento comercial reconheceu sem dúvida alguma de que ele é o autor do assalto. Agora nós iremos fazer o flagrante delito, e o material vai ser devolvido às pessoas roubadas", diz a delegada.

O inspetor disse que "não pensou duas vezes" em prender o cunhado devido ao parentesco. "Não tenho compromisso com família que comete crime, fiz o juramento e meu compromisso é com a sociedade. Ele será tratado de forma humana, mas com rigor. Ele tem vários antecedentes e não pode ficar solto, semana passada eu soube que ele roubou R$ 3 mil", diz Marcos.
O policial diz ainda que não havia prendido o cunhado antes porque ele sempre cometia crimes em locais fora de sua área de atuação. "Ele sabe do meu trabalho, quando veio à minha área, no Bairro Dias Macedo, tive que prender. Quando o peguei, ele já estava fugindo, ia em direção a Pacajus", afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.