Destaques

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Entenda o motivo que não haverá Tropa de Elite 3

José Padilha, diretor de um dos mais polêmicos e aclamados filmes do cinema nacional, Tropa de Elite. Direto de Los Angeles, Califórnia, Padilha revela que resolveu deixar o Brasil depois de sofrer uma tentativa de sequestro e fala sobre segurança pública: “Antes de ocupar a favela, você tem que ocupar o batalhão de polícia”.

O cineasta conta ainda das dificuldades que enfrentou ao dirigir, em Hollywood, o remake do filme Robocop. E relembra o dia em que deu uma batida na casa do músico Gilberto Gil, então ministro da Cultura, pra confiscar um DVD pirata: “Eu fui pra zoar. Ministro da Cultura que vê filme pirata tem que sacanear”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.