Destaques

terça-feira, 22 de setembro de 2015

Onde está a justiça?

Nos últimos anos, assistimos passivamente, uma total inversão de valores, onde a sociedade brasileira está em apuros. De acordo com o fórum brasileiro de segurança pública, só no último ano de 2014, 56 mil pessoas foram mortas vítimas da violência.A segurança pública vai de mal a pior
 A população clama por mais segurança e não encontra, pois o braço forte do estado está de mãos atadas. Todos os dias nossos policiais estão sendo abatidos pela bandidagem fato que contribui para o enfraquecimento do estado. Nos últimos cinco anos, infelizmente, contabilizamos cerca de 2070 policiais mortos. 
Para piorar esse cenário de guerra, assistimos um poder judiciário leniente e distante da realidade da segurança pública deste país. Se a impunidade está prevalecendo no Brasil, o maior responsável por isto é o poder judiciário, já que este é no primeiro momento o detentor da manutenção da justiça.
 Os marginais que ceifaram a vida do nosso companheiro Dr. Vanius, delegado da Polícia Civil, assassinato nesta madrugada no bairro Cidade Jardim, região Centro-Sul da capital, após luta corporal com o algoz em uma loja de conveniência, com certeza absoluta possuem uma vasta ficha criminal. Se estas bestas feras, estivessem sido devidamente punidas com a prisão, assim que cometessem o primeiro delito, certamente não voltariam a delinquir.
Estudos revelam que um cidadão infrator não comete um crime de homicídio num primeiro momento, ele primeiro comete um furto, caso não ocorra uma punição, continua a infringir a lei e gradativamente chega ao assassinato. Por quê? Por ter certeza da impunidade. 
Para comprovar isso, nossos militares que em nome da lei atuaram legitimamente na ação policial, estão presos e pasmem, preventivamente! Prisão esta totalmente ilegal, haja vista que os nossos policiais agiram em legítima defesa. Estas prisões midiáticas estão desmotivando a nossa polícia!  E quem perde com isso? Certamente é a sociedade e consequentemente o policial, que diante dessa inversão de valores, se vê desmotivado para combater essa violência avassaladora que assusta o país.
Sabedora disso, a população mineira, não aguentando mais essa selvageria, fez um manifesto em favor dos policiais.  Nos próximos dias, vamos solicitar uma audiência pública na Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais para discutir essa situação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.