Destaques

sábado, 16 de setembro de 2017

Marcelo Resende: O caso da Favela Naval

O Jornalista Marcelo Rezende morreu, às 17h45 deste sábado (16), em São Paulo, aos 65 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos em consequência de um câncer, informou o Hospital Moriah.
durante toda sua carreira policial a reportagem que foi de grande notoriedade foi o caso da Favela naval, ocorrido em São Paulo, reveja logo abaixo a entrevista com o ex policial militar, conhecido como "Rambo".
A matéria que marcou a carreira de Marcelo Rezende tratou de uma blitz policial, em Diadema, que acabou com a morte do homem abordado. Um cinegrafista amador gravou a cena e o jornalista trouxe a denúncia à tona.


O Caso Favela Naval refere-se a uma reportagem que foi ao ar em 31 de março de 1997, no Jornal Nacional da Rede Globo, foi exibida uma reportagem mostrando um grupo de policiais militares extorquindo dinheiro, humilhando, espancando e executando pessoas numa blitz na Favela Naval, em Diadema, na Grande São Paulo. As imagens, gravadas em fita VHS pelo cinegrafista amador Francisco Romeu Vanni, nos dias 3, 5 e 7 de março, e foram vendidas por R$ 10 mil para a TV Globo. A Globo negociou cópias da fita com outras emissoras de televisão, inclusive do exterior. O repórter da TV Globo Marcelo Rezende foi o responsável por investigar as imagens que revelavam a  crueldade com que os PMs da 2ª Companhia do 24º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano do Estado de São Paulo, tratavam cidadãos indefesos no que, "oficialmente", seria uma operação de combate ao tráfico de drogas. O caso gerou grande repercussão no Brasil e internacionalmente.

Redes internacionais divulgam o caso Favela Naval com o abuso de policiais em 1997.
  1. - CNN - EUA
  2. - TVE Televisión Española - Espanha
  3. - CBS Telenotícias - EUA
  4. - Televisa - México



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.