Destaques

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Parece feijão, mas é droga: esta marmita é o cúmulo do ‘jeitinho brasileiro’?


Quando a gente pensa que já viu de tudo… senta que lá vem mais uma. No último domingo (26), agentes penitenciários  da Penitenciária 2 de São Vicente, no litoral de São Paulo, deram de cara com uma situação bastante inusitada. Uma mulher foi flagrada tentado entrar no local, durante o horário de visita aos detentos, com uma marmita nada convencional – para dizer o mínimo.
É que o feijão que acompanhava arroz e farofa era, na verdade, uma porção de pequenos envelopes recheados com cocaína e maconha. Isso mesmo. Cada caroço de feijão preto estava cheio de drogas e, ao todo, o material pesava 243 gramas. 

A mulher acabou detida e foi levada para uma delegacia. Ela não vai poder mais fazer visitas a nenhum detento, já que teve o nome suspenso pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP). Além disso, o órgão abriu um procedimento disciplinar para apurar a conivência do detento que receberia a marmita. O rapaz ficou sem maconha
E a pergunta que não quer calar: a “quentinha” entorpecida seria o cúmulo do jeitinho brasileiro?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.