Destaques

terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Bandidos matam PM e morador em ataque a banco em Pompéu

De acordo com a Polícia Militar de Bom Despacho, responsável pela região, os bandidos chegaram em cinco veículos, sendo um deles uma moto. Armados com fuzis e espingardas calibre 12, eles tentaram trancar a porta do quartel com correntes. Eles atiraram várias vezes contra o imóvel e os militares revidaram, evitando que a entrada fosse fechada. 


Logo em seguida, outros comparsas explodiram a agência do Banco de Brasil em Pompéu. Militares que chegaram ao local foram surpreendidos pelos bandidos e baleados. O cabo Osias Alves de Barros, de 33 anos, levou um tiro na cabeça e morreu no local. Outro militar da mesma patente, identificado como Lucas Reis Rosa, de 27, foi atingido por um disparo nas costas e outro na virilha. Ele foi levado para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

Alisson dos Reis Pinheiro, de 22 anos, funcionário de uma lanchonete, foi baleado quando saía do estabelecimento no meio do confronto. "Eu não tenho dúvidas que essa ação desses infratores foi no sentido de atirar contra o membro da sociedade para evitar que a Polícia Militar continuasse no encalço deles. Como uma estratégia de guerrilha", comentou o major Flávio Santiago, chefe da Sala de Imprensa da Polícia Militar de Minas Gerais.

Os bandidos ainda teriam colocado miguelitos, artefatos feitos com pregos, e correntes na rodovia de acesso à cidade para complicar a ação dos policiais.Um Palio Weekend utilizado na ação foi incendiado pelos bandidos em uma rodovia. Todas as cidades que compõem o 7º Batalhão continuarão sendo monitoradas para encontrar os criminosos.

Ainda de acordo com o major Santiago, o comandante-geral da corporação já determinou uma grande operação na área e forças do Comando de Policiamento Especializado já estão no cerco aos bandidos. Ainda segundo o militar, o funcionário pode ter sido baleado pelos bandidos como uma estratégia para diminuir a perseguição em prol do atendimento à vítima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.