Sponsor

Destaques do Blog ►

quinta-feira, 21 de maio de 2020

O que faz uma pessoa mudar realmente?

Buda discorre sobre ensinamentos básicos quatro tipos de cavalos: 


o excelente, o bom, o mau, e o péssimo


1°- O cavalo excelente se move antes que o chicote lhe toque.
2° - O cavalo bom se move ao menor contato.
3º - O cavalo regular não se move, até que sinta dor.
4° - O cavalo ruim não se move até que o chicote tenha penetrado em seus ossos.

Acredito que Buda falava das maneiras que temos de aprender com a vida. 

Alguns são como o 1º cavalo excelente; aprendem pela observação, estão sempre atentos as coisas da vida, tirando daí grandes lições. 

Outros são como o 2º cavalo bom; observam as dores e os erros a sua volta, as dificuldades pelas quais muitos passam e voltam-se para si mesmos e policiam-se para não sofrerem dos mesmo erros. 

Há aqueles que são como o 3º cavalo regular; precisam sentir os solavancos da vida. São aqueles que padecem ao ver a dor bem mais próxima, como a doença de um parente, um amigo que perdeu um emprego e precisava muito dele, um problema de família ou até mesmo a perda de um ente querido e vivenciando isso, ao invés de lamentarem, refletem e põem-se a marchar rumo ao autoencontro.

 Mas há aqueles que são como o 4º cavalo ruim, e estes talvez contemplem a maioria de nós, que só aprende sentindo a dor da chibata ferir a própria carne, quando sofremos as consequências de nossos atos impensados ou quando passamos por alguma dor pessoal muito profunda, uma doença incurável, algo que mude radicalmente nossa rotina, nos deixando perdidos diante do mundo.


Que tipo de "cavalo"você quer ser?



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opinião acerca da publicação acima.